skip to main content

Jean Lambert London's Green MEP

Brexit

brexit flag without star

No dia 23 de junho de 2016, o Reino Unido votou a favor de sair da União Europeia. Eu queria permanecer na UE, assim como 60% das pessoas que votaram no meu círculo eleitoral de Londres. Quando o resultado dessa campanha extremamente desagregadora foi divulgado, senti  uma enorme deceção.

Desde então, tornou-se cada vez mais claro que sair da UE será uma tarefa colossal e estará, frequentemente, em conflito com os interesses nacionais britânicos. De forma preocupante, o governo do Reino Unido persiste em não demonstrar que compreende a dimensão do desafio que tem pela frente.

A insistência do governo em procurar um Brexit “duro” (deixar o Mercado Único e a União Aduaneira), pactuando com os elementos mais extremos do Partido Conservador, é desnecessária e arriscada. Essa abordagem gera riscos de danos irreparáveis à economia do Reino Unido e aos nossos direitos e liberdades fundamentais.

O Partido Verde não aceita que uma saída da UE, seja ela “dura” ou “leve”, vá ao encontro dos interesses do povo britânico.

É por esse motivo que estamos a reivindicar a realização de um referendo sobre o acordo negociado para a saída da Grã-Bretanha da UE, com a opção de rejeitar o acordo e permanecer como membro da União Europeia.

Acredito firmemente que fazer parte da UE trouxe um leque de oportunidades ao Reino Unido. Deu a milhões de britânicos a oportunidade de viver, amar, estudar e trabalhar em 27 países membros, e atraiu milhões de indivíduos talentosos para o nosso território. Assumiu a liderança na implementação de normas ambientais que protegem o planeta de alterações climáticas. E criar laços sociais, políticos e económicos fortes com os nossos vizinhos mais próximos torna o Reino Unido menos isolado e mais seguro.

Enquanto permanecer membro do Parlamento Europeu, lutarei pela proteção desses benefícios. Mesmo que acabemos por sair da UE, não podemos virar as costas aos nossos parceiros, às nossas responsabilidades globais e ao nosso planeta.

Leia o meu folheto “Green Guarantees” (Garantias Ecológicas) para saber mais sobre as minhas prioridades no sentido de conseguir o melhor acordo para Londres e para o Reino Unido durante o processo de saída da UE.

Clique nos links à direita para saber mais sobre as minhas perspetivas em relação aos negócios e ao meio ambiente após o Brexit.

Veja também o meu Núcleo pela Livre Circulação para ter uma visão geral do meu trabalho no sentido de proteger os direitos dos cidadãos desde o referendo, além de links para organizações que podem ajudá-lo se estiver preocupado com o seu direito de livre circulação.